Futuro dos Centros Comerciais passa pela integração do físico com o digital

Entrevista a: Helda Silva, Diretora do Centro Comercial Fonte Nova

Entrevista a: Helda Silva, Diretora do Centro Comercial Fonte Nova

Os modelos dos centros comerciais tal como foram criados já não respondem às expectativas dos clientes. Hoje em dia existe um novo paradigma, não basta ser um local com lojas e espaços de restauração. Quer comentar?

De há uns anos para cá, verificamos que os consumidores são cada vez mais exigentes, muito graças ao panorama atual de constante novidade e mudança permanente. Por isso, as marcas e espaços de retalho devem rapidamente adaptar-se e estar a par das novas necessidades dos consumidores. Os centros comerciais não são exceção. Embora Portugal tenha assistido a um boom de surgimento de centros comerciais nas últimas décadas, a verdade é que este cenário começa a mudar. E mais do que um mero espaço de consumo, as pessoas procuram agora um local que também possa ser de socialização e que ofereça experiências diferenciadoras de compra. São também cada vez mais frequentes as renovações e rebrandings dos centros comerciais já existentes, com uma aposta direcionada para centros comerciais mais pequenos e de conveniência. É essa a vertente que temos procurado seguir também no Fonte Nova.

O digital também veio alterar a experiência dos clientes, como é que acha que vai ser o futuro dos centros comerciais? Passará pela integração do digital e o físico, numa perspetiva multicanal? Qual é a sua opinião?

Cada vez mais, o digital tem um maior impacto na forma como os consumidores escolhem e compram os seus produtos ou serviços. Esta é uma realidade à qual não poderemos ficar indiferentes. O futuro dos centros comerciais passará também, obrigatoriamente, por uma integração do digital e físico, de forma a oferecer, cada vez mais, uma experiência enriquecedora e completa aos visitantes dos centros comerciais, com uma natural adaptação às suas necessidades.

O que é que o Fonte Nova está a fazer face às novas exigências dos clientes? Sei que adotou um novo posicionamento e uma nova imagem…

Queremos estar atentos às tendências e às necessidades dos nossos visitantes. Após um processo de rebranding, temos também uma imagem mais clean e renovada. Procuramos tornar o centro ainda mais dinâmico e reforçar a relação de proximidade que temos com os nossos clientes.

O Fonte Nova quer tornar-se num ponto de encontro de lazer para todos os lisboetas e para tal foi investido um milhão de euros. Qual é a estratégia inerente a esta renovação?

O Fonte Nova é um centro comercial icónico para os lisboetas. Com esta renovação, pretendemos tornar o Fonte Nova num local adaptado às necessidades dos novos consumidores, moderno e apelativo para os visitantes. Os objetivos passam por revitalizar a presença do Fonte Nova na sua área de influência, reforçar a sua relação de proximidade com os clientes e atrair novos visitantes. Abrimos também novas lojas, a Quasi Pronti e a VIVA, que se juntam ao nosso portefólio variado de espaços. Pretendemos que quem nos visita se sinta parte de um espaço completamente revitalizado, com uma oferta renovada e em que todas as experiências transmitem uma sensação de bem-estar.

Agora para o Natal estão pensadas algumas ações? O que podem esperar os clientes do Fonte Nova?

O Fonte Nova assume-se como um Centro familiar, direcionado para a proximidade. Estamos presentes em muitos momentos da vida dos clientes e não poderia ser diferente na época natalícia. Sob o mote “Estar presente é o melhor presente”, celebramos o Natal com a apresentação de seis peças infantis, durante os fins-de-semana do mês de dezembro. “A Casinha de Chocolate”, “A Fada dos Dentes” e “Um Sonho de Natal” são algumas das histórias que levamos a palco no centro comercial. Além disso, as crianças vão poder também conhecer o Pai Natal, que está presente no Fonte Nova em vários dias do mês de dezembro.

E para 2020 há já algumas ações pensadas ou é cedo para levantar o véu?

Em consonância com o que tem acontecido nos últimos anos, e de acordo com o plano estratégico traçado, comprometemo-nos com um 2020 cheio de novidades.

Check Also

Centros Comerciais geridos pela CBRE assinalam Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento

Hoje dia 21 de maio assinala-se o Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.