Inês Herédia, Pedro Teixeira, Sara Prata, António Félix da Costa e dezenas de marcas dão uma tampa ao desperdício

Protagonizada pelos atores Inês Herédia, Sara Prata e Pedro Teixeira bem como pelo piloto de Fórmula E António Félix da Costa, a campanha anual do Movimento Unidos Contra o Desperdício é uma autêntica viagem ao século passado para demonstrar a urgência de darmos vários passos atrás naquele que é hoje um caminho desafiante que a sociedade de consumo nos trouxe, com impactos muito negativos na sustentabilidade das gerações futuras e do planeta.

Aldi, Aqui é Fresco, Auchan, Bom Petisco, Bonduelle, Continente, El Corte Inglés, Fula, Gelpeixe, Guloso, Hellmans, Intermarché, LIDL, Luso, Makro, Mercadona, Minerva, Minipreço, Monchique, Nestlé, Nobre, Pepsico, Pingo Doce, Recheio, Too Good To Go, Trivalor e Vimeiro, entre outras, são marcas que aqui também se unem para dar uma tampa ao desperdício, numa campanha com uma enorme “ode” ao vintage e revivalismo,  que interpela os portugueses a tornarem a “refeição de ontem no taparuere de hoje”, marcando a urgência  de uma tendência que precisa de ser enraizada nos hábitos de consumo dos portugueses, para que se reaproveite mais e desperdice menos.

Desenvolvida pela JUDAS e produzida pelo Ministério dos Filmes, a campanha arranca hoje, 29/9, Dia Mundial de Combate ao Desperdício Alimentar, prolongando-se em todos os meios (TV, rádio, outdoor e digital).

Pedro Lima, da JUDAS, afirma que “abraçar causas e desafios tão grandes como este é sem dúvida o que nos move, ainda mais quando o nascimento deste Movimento e da nossa agência se fizeram lado a lado, há três anos, connosco na base da criação de toda a identidade gráfica do projeto. Pegando nas míticas tardes de chá de taparuere do passado demos vida a um conceito a pensar num futuro sem desperdício alimentar”.

Porque a presença do público mais está cada vez mais no digital e redes sociais, o Movimento lançou este ano o desafio à Notable, que se uniu à causa e assegurou toda a assessoria mediática. Para Inês Mendes da Silva, CEO da agência, “é fundamental usarmos o digital e o perfil de figuras públicas para podermos amplificar mensagens da maior relevância, como o desperdício alimentar. Trata-se de uma causa comum, uma emergência global e acreditamos que a comunicação é uma ferramenta essencial para podermos fazer diferença.”.

Recorde-se que o Movimento Unidos Contra o Desperdício nasceu em 2020, para chamar a atenção para os preocupantes números do desperdício alimentar em Portugal e encontrar soluções para o minorar. A este juntam-se mais de 310 empresas/entidades e 3.000 particulares aderentes.

Check Also

Burger King® apresenta o Whopper®, Mais Whopper® Que Nunca

O Burger King® lançou o Whopper® há quase 70 anos com uma receita de sabor …