La Redoute: Animal Print, uma tendência que se tornou atemporal

A 29 de julho assinala-se o Dia Internacional do Tigre, o maior felino do mundo que tem vindo a inspirar diversos estilistas ao longo dos anos e é um dos animal prints mais consensual.

Em 1947, Christian Dior deu a conhecer ao mundo o animal print e a sua beleza, ao vestir a musa Mitzah Bricard com um vestido de seda em padrão leopardo, na apresentação da coleção Primavera/Verão desse ano. Este foi o reviver da beleza dos padrões de animal, que, até então, eram tendencialmente associados ao uso mais tribal das peles.

A reviravolta deu-se com o padrão leopardo, mas, na realidade, a tendência que veio para ficar, e já se tornou um must-have da moda e decoração, é a conjugação de peças de vestuário, acessórios, calçado, roupa de cama e elementos decorativos animal print.

Para assinalar o Dia Internacional do Tigre, a La Redoute faz uma sugestão de artigos MODA e CASA com padrão animal, com o intuito de mostrar como peças e apontamentos tigre, leopardo e zebra têm o poder de compor um look descontraído, mais formal ou arrojado.

No segmento MODA, e para estes dias atribulados de calor, o animal print pode ser utilizado tanto em pequenos apontamentos como sandálias, como parcialmente, em calças e saiais, ou ainda em total look, em vestidos e macacões. Já na CASA, este padrão é preciso conjugar com mais cuidado, devendo pensar em cantos específicos e zonas onde estes elementos possam brilhar – como em conjuntos de almofadas ou roupa de cama.

Check Also

Salsa Jeans reduz o seu impacto ambiental

Salsa Jeans melhora a sua pegada ambiental através do seu programa de responsabilidade social e …