Novo serviço de planificação da IKEA conta com intérprete de língua gestual portuguesa

De forma a tornar os seus serviços cada vez mais acessíveis e inclusivos, a IKEA Portugal apresenta um novo serviço de planificação de cozinhas remoto, com a disponibilização de um intérprete de língua gestual portuguesa.

Este serviço, pioneiro dentro do Grupo Ingka e lançado pela primeira vez em Portugal, permitirá que os clientes com surdez e deficiência auditiva agendem o serviço de planificação de cozinhas diretamente no site da marca. Uma vez confirmado o agendamento, a sessão de planificação ocorrerá por meio de videochamada – como é habitual para a maioria dos clientes que optam por este formato remoto – com a diferença de que contará com a presença de um intérprete de língua gestual portuguesa, garantindo uma comunicação eficaz e inclusiva entre o cliente e os colaboradores especialistas.

“Acreditamos que todas as pessoas devem ter a oportunidade de ter uma vida melhor em casa, com soluções bonitas e funcionais. Por isso, a acessibilidade é um dos nossos principais valores na IKEA, e estamos comprometidos em tornarmo-nos num espaço inclusivo e acessível para todos, ultrapassando certas barreiras e fazendo a diferença na vida das pessoas”, afirma Ana Bordalo, responsável pelo Apoio ao Cliente da IKEA Portugal.

Com esta nova possibilidade, a IKEA reforça o seu objetivo de ampliar este serviço inclusivo para outras áreas de negócio, destacando que esta é uma etapa inicial no seu caminho contínuo de aprendizagem e melhoria para tornar a marca cada vez mais acessível a um maior número de pessoas.

Para aderir ao serviço, basta agendar as sessões online de planificação de cozinha remota em ikea.pt.

Medidas inclusivas e transversais ao negócio da IKEA Portugal

Também na loja IKEA Loures é oferecido um serviço de acessibilidade personalizado para clientes com limitações físicas e/ou sensoriais, demonstrando um compromisso contínuo com a inclusão e o bem-estar de todos. Paralelamente, a IKEA Portugal está a intensificar os seus esforços para diversificar as suas equipas e a aumentar gradualmente o número de pessoas com deficiência física na empresa, com a ambição de superar a quota de 2% de inclusão de pessoas com deficiência. Em certas unidades do negócio, como o Centro de Apoio ao Cliente, já estão a ultrapassar esse valor. Também nesse sentido a IKEA Portugal tem disponível uma vaga inclusiva, disponível em “Recrutamento de Pessoas com Deficiência”.

O objetivo é refletir na organização a diversidade que existe na sociedade, permitindo que todos tenham acesso às mesmas oportunidades e contribuindo assim para a criação de uma sociedade mais justa. A marca de origens suecas acredita que todos os indivíduos, independentemente da sua origem, aparência, condições ou contexto, devem ter acesso a oportunidades iguais e pretende contribuir para uma mudança positiva na sociedade.

 

Check Also

Renova paga prestação da casa com campanha “1 Ano de Casa Paga”

A Renova acaba de lançar a sua nova campanha “1 Ano de Casa Paga”, que …