10 °C Lisbon, PT
2018-12-14

Quinoa

A quinoa é um alimento bastante popular entre os vegetarianos uma vez que as suas pequenas sementes são uma excelente fonte de proteína e fornecem também o conjunto completo de aminoácidos essenciais.
Contém uma boa quantidade de fibras dietéticas e nutrientes, incluindo: ferro, vitaminas do complexo B (B1 – Tiamina; B2 – riboflavina; B6 – piridoxina; B9 – ácido fólico), Vitamina E, magnésio, fósforo, potássio, cálcio, manganês, selénio, cobre, zinco, ómega 3 e ómega 6.
É um dos alimentos mais completos em termos de valores nutricionais que se conhece. É assim um excelente componente para a nossa alimentação diária. A cada 100g a quinoa contém: 15g de proteína, 68g de hidratos de carbono, 9,5mg de ferro, 286mg de fósforo, 112mg de cálcio, 5g de fibras e 335Kcal. Possui ainda uma elevada taxa de lípidos.
Este valor nutritivo faz com que seja a matéria-prima de diversos pratos, uma vez que pode substituir o arroz. Acompanha carne, peixe ou frango. Um estudo realizado pela Escola Pública de Saúde de Harvard concluiu que uma tigela de quinoa por dia reduz o risco de morte prematura devido a cancro, doenças cardíacas ou respiratórias e diabetes, em 17%.
O seu consumo ajuda à formação de massa muscular e à produção de energia, tal como a controlar o nível de colesterol, glicemia e triglicéridos no sangue, no alívio da hipertensão (alta pressão sanguínea), reduz o risco de diabetes tipo II e ajuda na prevenção de crises de epilepsia e também da alopecia.
Sendo um ótimo substituto do arroz, é também de fácil digestão, não contém glúten nem causa alergias.
Ajuda ao reforço do sistema imunitário, bem como à conservação do ADN, e retarda o processo de envelhecimento.
Promove a saúde dos olhos, protege do Alzheimer e ajuda a combater a osteoporose.
A quinoa combate os radicais livres acabando por produzir uma proteção antioxidante, que, por exemplo, ajuda o organismo a restabelecer-se de constipações.
As substâncias naturais da quinoa ajudam no controle emocional, sendo associada ao alívio de sintomas de tensão pré-menstrual e da menopausa. Também aumenta a boa disposição e reduz a frequência de enxaquecas.
Ainda ajuda a regular o intestino, a combater problemas urinários e a prevenir doenças hepáticas.
Possui um alto valor biológico. O seu potencial é muito maior do que se imagina e o uso da quinoa nas dietas regulares de homens e mulheres de todas as idades pode e deve ser estimulado. Zonas de produção: Arequipa, Cusco, Huancavelica, Junín, Puno
Origem: Andes da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador e Peru
Época comercial: abril, maio, junho e julho
Principais mercados: EUA, Canadá, Austrália, Reino Unido, Holanda, França, Alemanha, Brasil, Israel